Melatonina para o sono – ajuda inestimável no desconforto do sono

Cada vez se fala mais sobre a melatonina para reduzir os problemas com o sono. Este incrível composto orgânico é capaz de colocar o nosso ritmo diário desregulado nos eixos e, assim, nos proporcionar um sono profundo e saudável. Verifique o que é melatonina e como funciona.

Melatonina – hormônio responsável pelo sono saudável

A melatonina sintetizada na glândula pineal é um hormônio que protege o ciclo normal de sono e vigília. A melatonina é produzida como resultado de mudanças que começam com um aminoácido chamado triptofano. O 5-hidroxitriptofano (5-HTP) é produzido a partir do triptofano, do qual se forma a serotonina, a partir da qual a melatonina é formada mais tarde. Quando o nível de melatonina no organismo é inadequado, ocorrem distúrbios do sono, manifestando, entre outros, inúmeros despertares durante a noite e problemas para adormecer.

No ritmo diário natural, o aumento da melatonina no corpo ocorre quando a escuridão cai, enquanto quando se torna claro, a produção de melatonina gradualmente cessa. Alcançamos o nível mais alto de melatonina por volta de 1-3 da madrugada. Tudo parece claro e lógico – a melatonina, o hormônio responsável pelo sono, é secretada no momento em que está escuro, por isso não devemos ter problemas para dormir normalmente à noite e acordar totalmente de manhã. O problema é que, em muitas pessoas, o nível desse hormônio é muito baixo ou anormal a qualquer momento do dia (por exemplo, muito baixo quando gostaríamos de ir dormir, porém alto demais durante o dia). Esse estado gera problemas crescentes com o sono e a deterioração do bem-estar e das condições psicofísicas.

Deficiência de melatonina no corpo

Nível insuficiente de melatonina no organismo pode resultar de fatores fisiológicos, ambientais e associados ao nosso estilo de vida. Vale a pena dizer que com a idade, o organismo produz cada vez menos desse hormônio, o que não significa que todos no outono da vida estejamos condenados à insônia. Claro que não. Muitas pessoas na idade adulta não têm problemas de sono, embora, em teoria, seu corpo produza quantidades muito menores de melatonina. No entanto, o fato é que as crianças têm a maior concentração de melatonina no organismo, níveis elevados deste hormônio também persiste em adolescentes e pessoas com idade em torno de 30, enquanto que após os 40 anos a produção de melatonina começa a desacelerar.

A idade não é o único fator fisiológico que pode ser responsável pela deficiência de melatonina no organismo. Às vezes, seu baixo nível está associado a distúrbios hormonais e metabólicos, bem como a algumas doenças, como doenças dos olhos. Em muitos casos, níveis baixos de melatonina estão associados com o nosso estilo de vida. Por exemplo, uma pessoa que trabalha em um sistema de turnos pode ter um ritmo diário anormal, o que se traduz em prejuízo na produção da melatonina.

Além disso, ficar sentado durante a noite, especialmente sob luz forte ou em uma tela brilhante de um monitor ou TV, pode afetar a produção de melatonina e, consequentemente, levar a problemas para cair no sono e outros distúrbios do sono. Além disso, estimulantes e certos medicamentos, sono irregular, ir dormir em diferentes horas, falta de ritual noturno de quietude e entrar suavemente no espirito do sono também são fatores que não ajudam a manter o nível normal de melatonina.

Finalmente, vale a pena mencionar os fatores ambientais que podem perturbar a secreção do hormônio do sono. Isso inclui mudanças nos fusos horários associados a viagens para outras partes do globo e às estações outono e inverno, durante as quais estamos expostos a uma menor quantidade de luz natural. No período em que os dias são curtos, cinzentos e o sol aparece menos, o corpo começa a produzir melatonina mais cedo, daí a sensação de sonolência que muitas vezes nos acompanha durante o dia no outono e no inverno. À noite e de manhã, a produção de melatonina pode diminuir, por isso o sono superficial, o despertar noturno e o despertar precoce.

Melatonina para o sono – você pode se ajudar!

Se sofrermos de distúrbios do sono associadas à interrupção do ciclo diário e com a produção baixa de melatonina, mudar o estilo de vida pode nos ajudar, incluindo a limitação de estimulantes, dormir em um horário determinado, passar algumas horas relaxando antes de ir dormir (ler um livro ou ouvir música relaxante com luz baixa, etc.). No entanto, nem sempre é possível eliminar todos os fatores que interferem na produção adequada do hormônio do sono. Em muitos casos, uma boa solução é buscar um comprimido para dormir com melatonina.

Existem muitos preparados deste tipo no mercado, a maioria é enriquecida com outros ingredientes que ajudam a adormecer e a ajudar a ter um sono saudável. No entanto, a melatonina em comprimidos deve ser tomada estritamente de acordo com as instruções do fabricante do produto. Seu excesso no corpo não é benéfico, assim como sua deficiência. Atualmente, o comprimido de melatonina mais rico em termos de composição é o Melatolin Plus.

Category: dietasaúde

5 comments

  1. A melatonina é ótima. Desde que eu comecei a usar, posso finalmente ter uma boa noite de sono! Não era possível por um longo tempo. Após a gravidez e a infância do meu filho, fiquei com o meu relógio biológico completamente desregulado. Mas a melatonina ajudou, e foi muito.

  2. é bom, mas você tem que ter cuidado com as quantidades. Eu não me sentia bem com doses muito altas, minha cabeça doía e eu estava andando um pouco cambaleada. Foi só depois que diminui a dose que tudo ficou bem

  3. Vale a pena usar a melatonina. Eu sou o melhor exemplo. Por anos eu tive um trabalho que começava às 10 da manhã, ficava acordada durante à noite e levantava perto das 9:00. E de repente mudei de trabalho e tive que acordar às 5:30.   Uma grande tragédia. Não conseguia dormir muito à noite e, pela manhã, não conseguia me arrastar para fora da cama. Eu passava o dia com sono, como um fantasma. Alguém recomendou a melatonina para mim e depois disso eu finalmente consegui mudar para o novo horário de sono. Durmo sem problemas e acordo descansada. Recomendo!

  4. Eu tenho um problema semelhante. Comecei no meu primeiro emprego da minha vida levantando às 5 da manhã. Durante o dia eu ando como um zumbi, e à noite como um recém-nascido, não quero dormir. A melatonina vai ajudar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Article by: admin